Documentário maravilhoso: Baraka

domingo, 14 de junho de 2015

Ficha técnica:

Diretor: Ron Fricke
Elenco: - documentário
Produção: Mark Magidson, Michael Stearns
Roteiro: Ron Fricke, Mark Magidson
Fotografia: Ron Fricke
Trilha Sonora: Dead Can Dance, Michael Stearns, L. Subramaniam.
Duração: 96 min.
Ano: 1992 País: EUA
Gênero: Documentário
Cor: Cor
Estúdio: Magidson/ Magidson Films
Classificação: Livre

Sinopse:

Filmado em 24 países, Baraka desperta a curiosidade sobre as diferentes culturas, mostrando rituais religiosos e fenômenos da natureza. O filme ficou pronto depois de 11 anos. Baraka é uma palavra Sufi que significa "o fôlego da vida". Baraka é uma antiga palavra com significados em várias línguas que pode ser traduzida como benção ou como o sopro ou a essência da vida de onde se desencadeia o processo da evolução. Baraka, através de uma turnê poética e transcedental em 24 países, em seis continentes do globo, é de tirar o fôlego. Ambientado ao som de ritmos vívidos de vários rituais religiosos e ao próprio som da natureza, Baraka é a reprodução visual da ligação humana com a Terra. Ao visitar lugares tão diversificados como China, Brasil, Kwait e a maior parte das paisagens dos EUA e da Europa, dentre outros países, Baraka captura não só a harmonia, mas também a calamidade existente na humanidade e na natureza. Entretanto, meras palavras não fazem jus ao filme - Baraka deve ser visto, sentido e vivido para ser compreendido.


2 comentários:

Rafael F.C. disse...

Poderia falar fantástico.. mas é real.Palavras limitam o filme.
Acredito que já foi a minha época de pintinho.

Agradeço

Plaz Mendes disse...

Já tinha visto esse doc e é realmente maravilhoso

Sois gratos