A Artimanha dos Nomes (ou dos Arcontes)

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Os nomes dados às coisas do mundo são muito enganadores, pois desviam nossos pensamentos do que é correto para o incorreto. Assim, quem ouve a palavra "Deus" não percebe o que é correto, mas sim o incorreto. O mesmo ocorre com "Pai", "Filho" e "Espírito Santo", "Vida", "Luz", "Ressurreição", "Igreja" e tudo o mais. As pessoas não percebem o que é correto mas sim o incorreto, a menos que tenham aprendido o que é correto. Os nomes que se ouvem estão no mundo ... enganam. Se estivessem no reino eterno (eon), não seriam jamais usados como nomes no mundo. Tampouco foram colocados entre as coisas do mundo. Eles têm um propósito no reino eterno.

Só há um nome que não se pronuncia no mundo, o nome que o Pai deu ao Filho, (pg 143) e que está acima de todas as coisas: o nome do Pai. Pois o Filho não se tornaria Pai, a não ser que usasse o nome do Pai. Aqueles que têm este nome conhecem-no, mas não o pronunciam. Mas, aqueles que não têm este nome não o conhecem.

A verdade fez com que os nomes surgissem no mundo por nossa causa, pois não é possível aprendê-la sem estes nomes. A verdade é uma única coisa; é muitas coisas por nossa causa, para nos ensinar com amor sobre esta coisa una por meio de muitas coisas. Os regentes (arcontes) queriam enganar o homem, porque viram que ele tinha parentesco com aqueles que são verdadeiramente bons.

Eles tomaram o nome daqueles que são bons e deram-no aos que não são bons, para que, por meio dos nomes, pudessem enganá-los e vinculá-lo aos que não são bons.

E, depois, que favor os nomes lhes prestam! Fazem com que sejam tirados daqueles que não são bons e colocados entre os que são bons. Eles sabiam estas coisas, porque queriam apoderar-se do homem livre e torná-lo seu escravo para sempre.

Há poderes que ( ... ) o homem, não querendo que ele seja (salvo), para que eles possam ( ... ). Porque se o homem for (salvo, não haverá) nenhum sacrifício ( ... ) e não serão oferecidos animais aos poderes.
Na verdade, eram aos animais que eles ofereciam sacrifícios. Eles eram realmente oferecidos vivos, mas quando os ofertavam eles morriam. Quanto ao homem, ofereceram-no morto a Deus, e ele viveu.

O Evangelho de Felipe


ARCONTE - (ARCHON) - Antigo magistrado grego ou magistrado da antiga Athenas. Também legislador ou executor de leis. (Etmologia: arch - arca, antigo arcaico, ou arco). Utiliza-se na Gnose como seres superiores bons ou maus como os Senhores deste Mundo, no sentido de Senhores do Mal, Satan, o Arconte. Diz o Senhor Jesus Cristo a Tiago: "… Mas deixe Jerusalém. Pois é ela que sempre dá uma taça de amargura aos filhos da luz. Ela é um lugar onde habitam um grande número de Arcontes. Mas sua redençao será preservada deles. E então poderás entender quem eles são e de que tipos eles são, voce irá […] E ouça: eles não são […] mas […Arcontes]. Estes doze […] para baixo […] Arcontes […] sobre seus próprios sete dias da semana." (extraído do Primeiro Apocalipse de Tiago, fragmentos de texto Gnóstico encontrado em Nag Hammadi)

3 comentários:

benjamin disse...

Já tinha reparado nisso: vejam a palavra "amor", virou sinônimo de animalidade; ou então "poder", que virou sinônimo de opressão. Verdade se tornou sinônimo de algo relativo ou filosoficamente inalcançável e trabalho é sinônimo de algo que nos faz sofrer, sendo que o verdadeiro trabalho é o contrário.
A divindade se tornou masculina, vingativa e autoritária, e, por menos que saibamos dela, também não é nada disso, porque a ordenação das coisas naturais é por demais bela, útil e precisa para ser feita por seres tacanhos.
Agora, fica uma dúvida, ou mais vontade de saber. Quem são esses FDPs chamados arcontes?
Quem são esses seres e o que se faz para detoná-los mesmo? É bom conhecer bem essas forças e maquinações provenientes, porque querendo ou não somos bem trapaceados por elas.
Imagino que tem inteligências trabalhando por uma humanidade escrava e burra, do contrário não haveria explicação lógica para o que está ocorrendo com a sociedade e as pessoas.
Está na hora de inverter o jogo e passar a perseguir e enfrentar o que sempre nos perseguiu diligentemente, sem tréguas, durante todos estes anos, diminuindo-nos aos poucos.

Streetmarcio disse...

youtube.com/streetmarcio - Muito bom, indico o livro - A PSIQUE NA ANTIGUIDADE - Para quem quiser se aprofundar no assunto, um livro imperdível.

link:
http://books.google.com.br/books?id=B4kogrSZNZ4C&pg=PA77&lpg=PA77&dq=arcontes+arquetipos&source=bl&ots=NZfdmTkz6E&sig=qClWZOpvE6f7NoOQ7yLky_MNz1k&hl=pt-BR&ei=HEc7TJWEO4aSuAe05hU&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=7&ved=0CCsQ6AEwBg#v=onepage&q&f=false

Fernando Prado disse...

E se lhe dissesse que N.S. de Aparecida é um deles, diga isso a um fiel e ele por pouco não lhe espancara mas fale mal de Jesus e ninguem dirá nada...Quer prova maior?