Manipulação genética e predadores (reptilianos)

terça-feira, 21 de maio de 2013

"Durante milênios, os voadores prepararam planos para nos coletivizar. Houve um tempo em que eram tão descarados que até se mostravam em público e as pessoas os representaram em pedra. Esses eram tempos escuros, pululavam por todos os lados. Mas agora a estratégia deles se fez tão inteligente que nem sabemos que existem. No passado, nos enganchavam pela credulidade; hoje em dia, pelo materialismo. São os responsáveis pelo fato de que a aspiração do homem atual seja de não ter que pensar por si mesmo; não precisa de mais nada, observe quanto tempo alguém agüenta em silêncio!"

"Por que essa mudança na estratégia deles?".

"Porque neste momento, eles estão correndo um grande risco. A humanidade está em um contato muito rápido e qualquer um pode se informar. Ou eles enchem nossa cabeça, bombardeando-nos dia e noite com todo o tipo de sugestões, ou haverá alguns que perceberão e avisarão aos outros".

Encontros com o nagual, de C. Castaneda - BAIXE-O AQUI!

"Eu quero atrair a sua mente analítica", don Juan disse. Pense por um momento, e me diga como você explica a contradição entre a inteligência do homem engenheiro e a estupidez de seus sistemas de convicções, ou a estupidez de seu comportamento contraditório. Os feiticeiros acreditam que os predadores nos deram nosso sistema de crenças, nossas idéias de bem e mal, nossos costumes sociais. Foram eles que programaram nossas esperanças e expectativas e sonhos de sucesso ou fracasso. Eles nos deram ambição, ganância, e covardia. São os predadores que nos fazem complacentes, rotineiros e egomaníacos".

"Mas como eles podem fazer isto, don Juan?" eu perguntei, de alguma maneira mais irritado com o que ele estava dizendo. "Eles sussurram tudo isso em nossos ouvidos enquanto estamos adormecidos? " "Não, eles não fazem assim. Isso é idiota!" Don Juan disse, sorrindo. "Eles são infinitamente mais eficientes e organizados que isso. Para nos manter obedientes, submissos e fracos, os predadores empreenderam uma manobra estupenda - estupenda, claro, do ponto de vista de um combatente estrategista. Uma manobra horr
enda do ponto de vista dos que a sofrem. Eles nos deram sua mente! Entende? Os predadores nos dão a mente deles que se torna a nossa mente. A mente dos predadores é grotesca, contraditória, taciturna e cheia de medo de ser descoberta a qualquer momento."

(...)

Os feiticeiros do México antigo ficavam facilmente doentes com a idéia de quando teriam feito seu aparecimento na Terra. Eles achavam que o homem deveria ter sido em certo ponto um ser completo, com insights estupendos e feitos de consciência que são hoje em dia lendas mitológicas. E então tudo parece desaparecer, e nós temos um homem sedado agora”.


O Lado Ativo do Infinito, de Carlos Castaneda - download do livro AQUI!.



De que maneira uma espécie pode dar a outra uma característica que lhe é própria?

Manipulação Genética (http://pt.wikipedia.org/wiki/OGM)


OGM é a sigla de Organismos Geneticamente Modificados, organismos manipulados geneticamente, de modo a favorecer características desejadas. OGMs possuem alteração em trecho(s) do genoma realizadas através da tecnologia do DNA recombinante ou engenharia genética.
Na maior parte das vezes que se fala em Organismos Geneticamente Modificados, estes são organismos transgênicos. OGMs e transgênicos não são sinônimos: todo transgênico é um organismo geneticamente modificado, mas nem todo OGM é um transgênico.
Um transgênico é um organismo que possui uma sequência de DNA, ou parte do DNA de outro organismo, pode até ser de uma espécie diferente.
Enquanto um OGM é um organismo que foi modificado geneticamente, mas que não recebeu nenhuma região de outro organismo. Por exemplo, uma bactéria pode ser modificada para expressar um gene bem mais vezes. Isso não quer dizer que ela seja uma bactéria transgênica, mas apenas um OGM, já que não foi necessário inserir material externo. Sempre que você insere um DNA exógeno em um organismo esse passa a ser transgênico.
OGM é, segundo o art. 3º, inciso V, da Lei Federal brasileira nº 11.105, de 24 de março de 2005, organismo cujo material genético (DNA/RNA) tenha sido modificado por qualquer técnica de engenharia genética, excluídos desta classificação aqueles organismos "resultantes de técnicas que impliquem a introdução direta, num organismo, de material hereditário, desde que não envolvam a utilização de moléculas de DNA/RNA recombinante ou OGM, tais como: fecundação in vitro, conjugação, transdução, transformação, indução poliplóide e qualquer outro processo natural.
Existe uma grande discórdia relativamente a este assunto, uma vez que os seus efeitos no Homem, nos animais e na terra ainda não são conhecidos a longo prazo. Assim, poderão resultar irreversivelmente na poluição genética da Vida, sem contar com o facto de os alimentos do mundo inteiro se encontrarem nas mãos de algumas multinacionais. A perda da soberania alimentar das populações é, então outro dos graves problemas da proliferação dos OGM.
Os defensores dos transgênicos argumentam que os transgênicos são usados com o objetivo de aumentar a produtividade e reduz o uso de agrotóxico. No entanto, uma matéria publicada na revista Valor Econômico no dia 23/04/2007 intitulada "Avanço da soja transgênica amplia uso de glifosato", revelou que o uso de transgênico amplia o uso de glifosato [1]. Além disso, um estudo na Universidade de Kansas, nos EUA, descobriu que a soja transgênica produz 10 por cento menos do que os alimentos convencionais e a própria Monsanto admitiu que "a soja não tinha sido projetada para aumentar os rendimentos" [2].


Não mencione os répteis


O programa de cruzamentos (via sexo e tubos de ensaio) é descrito nas Tabuinhas Sumerianas e no Velho Testamento (os Filhos de Deus que cruzaram com as filhas dos homens). Estas linhas híbridas humano-reptilianas carregam o código genético reptiliano e deste modo podem ser muito mais facilmente possuídas pelos reptilianos do nível mais baixo de quarta dimensão. Como veremos, estas linhagens tornaram-se a aristocracia européia e britânica e as famílias reais e, graças ao Grande’ Império Britânico, elas foram exportadas para o mundo todo para governar as Américas, África, Ásia, Austrália, Nova Zelândia etc... Estas linhas genéticas (indivíduos das linhas) são manipuladas para posições de poder político, militar, de mídia, bancário e negócios e deste modo estas posições são tomadas por reptilianos do mais baixo nível da quarta dimensão escondidos atrás de uma forma humana ou por mentes "marionetizadas" (mind-puppets) por estas mesmas criaturas. Eles operam através de qualquer raça, mas predominantemente a branca.

Como é bem sabido, há uma área no cérebro humano até hoje conhecida como o cérebro réptil. Dentro do cérebro é o segmento primitivo para qual todas outras partes são acréscimos. E, de acordo com o neuroanatomista, Paul Maclean, esta antiga área do cérebro é dirigida por um outro segmento pré-histórico que alguns neuroanatomistas denominam de complexo-R. (22) R é a abreviação para reptiliano porque nós compartilhamos isto com os répteis. MacLean diz que este Complexo-R desempenha um importante papel no comportamento agressivo, territorialidade, ritualismo e estabelecimento de hierarquias sociais’ (23). Este é precisamente o comportamento padrão dos reptilianos e seus híbridos humano-reptilianos como exposto neste livro. O astrônomo, Carl Sagan, sabia muitíssimo mais do que ele divulgava para o público e de fato ele consumiu muito de sua carreira guiando as pessoas para longe da verdade. Mas seu conhecimento da verdadeira situação casualmente vinha a baila, como quando ele disse: "...não faz bem de qualquer maneira ignorar o componente reptiliano na natureza humana, particularmente nosso comportamento ritualístico e hierárquico. Ao contrário, o modelo deve nos ajudar a entender tudo sobre o que os seres humanos são." (24) Ele acrescenta em seu livro, The Dragons Of Eden (Os Dragões Do Éden), que até mesmo o lado negativo do comportamento humano é expresso em termos reptilianos, como em assassinos de sangue frio. Sagan (o nome invertido forma a palavra Nagas, os deuses reptilianos dos índios do leste) claramente conhecia o assunto, mas escolheu não revelar abertamente o que ele sabia. Enquanto o feto humano está transformando-se em um bebê ele passa por muitos estágios que se conectam com os maiores pontos evolucionários no desenvolvimento da presente forma física. Estes incluem conexões com mamíferos não primatas, répteis e peixes. Há um ponto em que o embrião desenvolve guelras, por exemplo. O embrião humano é muito parecido com o dos pássaros, carneiros e porcos até a oitava semana quando ele segue seu próprio caminho evolucionário. Ocasionalmente as instruções genéticas falham em lembrar o último script e alguns bebês nascem com caudas. Estes são chamados caudal appendages (apêndices caudais) e se formam na parte mais baixa da região lombar. A maioria é imediatamente removida pelos doutores, mas em alguns países mais pobres onde tal assistência médica não está acessível, há pessoas que vivem por todas suas vidas com caudas. (25) Feromônio é uma substância secretada e liberada por animais para que eles possam ser detectados por membros de uma mesma espécie. Os feromônios na mulher humana e iguanas são um casamento químico (chemical match). (26)
O maior segredo do mundo, David Icke - download AQUI!

2 comentários:

Dinarte araujo neto disse...

Sensacional esta postagem de Pistas do Caminho! Acabou articulando de um modo revolucionário os textos de Carlos Castaneda e as advertências de D. Juan a respeito da "Instalação Forânea" alienígena na mente humana, as manipulaçõe genéticas (OGM), a Monsanto detentora das patentes de alimentação do mundo (ver: codex alimentarius com a FAO de 1994), a anatomia neurofuncional e cultural da presença reptiliana no código genético-cultural da humanidade, através do texto de David Icke. Apenas penso que, aqui pelo menos, ficou faltando a abordagem de um caminho de integração para além do conflito, um caminho com Coração, como D.Juan nos fala em A Erva Do Diabo, que o amor é capaz de nos reconduzir, entretanto um amor de não-apego humano, e não o apenas imanente(haja visto ser de domínio dos reptilianos, como o texto da postagem nos diz).Um amor conectado ao Cristo-Self arquetípico e místico, dado que Jesus(Ieshua)foi um anthropos de envergadura cósmica, projetado já na selecionada tribo hebraica(que se tornou sionista talvez devido a tanto holocausto sofrido), quiçá talvez o único capaz de nos libertar da telepatia e artifícios de poder que a estrutura piramidal reptiliana impõe, e inclusive a dos Anunnaki imperialistas. Embora possa se considerar tudo isso projeções de nossa mente mítica universal, mas penso que é bem mais esperançoso e de potencial libertário esta abordagem, do que considerar apenas a humanidade e o ser humano isoladamente responsável pela fúria que varreu e varre a história.

LD disse...

Allô F.A.
Eu sou assídua do Via, mas, agora, procurando "ajuda" na net para o meu medo das vacinas, que são obrigatórias em portugal na idade do meu filho, 13 anos, descobri você neste blogue e tou ainda boquiaberta com o que li, porque eu penso igual há uns tempos e quando falo com algumas pessoas elas ficam me olhando como se fosse louca e por esta altura eu e minha sobrinha, até achamos que podemos "identificar" alguns seres desses, pessoas que conhecemos bem!!??