Criança, a alma do negócio, pois a manipulação vem de berço.

sábado, 12 de outubro de 2013

Excelente documentário! Mais um motivo para você desligar a TV.

Um alerta para pais, educadores e para a sociedade em geral que não deve mais ser omissa com relação a esse tipo de manobra hipócrita. Dica do nosso amigo "OAnônimo". Como a inocência da criança é manipulada pela propaganda para ser transformada numa sedução consumista que visa atingir os pais:

Isto é "Criança, a alma do negócio".

Esse documentário deve ser passado em escolas e locais públicos, pois mostra de forma muito competente a crueldade sutil que se esconde através dos comerciais que sem pudor algum estupram a mente da criança para obter lucro, transformando o seu bebê num monstro voraz por toda sorte de besteiras, tendo a tv como veículo principal dessa violência mental travestida de propaganda. A propaganda tornou-se uma outra forma de pedofilia.

O absurdo é tão grande e estamos tão cegos e acostumados a ele que não nos damos conta que hoje em dia as crianças estão sendo alfabetizadas pelas marcas dos produtos! Duvida disso? Visite então uma escola. A própria escola tornou-se um local de treinamento de futuros consumidores que são preparados para a REALIDADE DO MERCADO. Assim a metáfora de Matrix, o filme, de que não passamos de pilhas revela-se como uma verdade para lá de incômoda.

8 comentários:

Tatá disse...

O documentário é ótimo, esse trabalho de pesquisa tem mesmo que ser feito, mostrado... pais, mães, educadores, sociedade em geral. O capitalismo é o maior veneno da humanidade, ver crianças preferindo comprar à brincar é chocante, o ser humano não pode atropelar as fases da vida.

precisamos de mecanismos para salvar os rumos da comunicação, não só no nosso país mas no mundo. abraço forte, paz!

F.A. disse...

Oi, Tatá!

Aqui em casa não temos mais criança, só um adolescente, e não vemos mais televisão porque não há nada para ver mesmo. Cansamos da repetição monótona das novelas faz tempo, da censura jornalística que dispensa qualquer censor da ditadura e da mediocridade dos programas em geral.

Vamos lançar uma campanha?

Eis a minha frase:

Desligue a tv , você não tem nada a perder.

Abraços,

No intento,

F.A.

Tatá disse...

o ser humano não sabe o que fazer com a própria liberdade então prefere a "segurança" de ser escravo. é uma tristeza enorme ver que temos tantos meios para nos aproximarmos mas que são usados para nos distanciar cada vez mais, para nos tornar menos humanos. o grande problema é o estado de passividade diante da tv e qualquer outro meio... a falta de reflexão. aceitar sem crítica, sem pensar... eu, como jornalista, sinto um pesar enorme ao ver a indústria da mídia degenerando cada vez mais as pessoas, fazendo-as querer ser e ter coisas que não precisam para preencher seus vazios.

Cláudia Mello disse...

Por essas e muitas outras que depois de 20 anos de jornalismo, abandonei a profissão sem remorso e desliguei a TV com prazer.

Como contei para o Fernando, na escola onde trabalho as professoras utilizam embalagens de produtos como auxiliar de alfabetização. Sei que fazem isso de forma inocente, mas a verdade é que há muito por trás deste simples ato.

Mas a questão não fica somente nisso. Na escola tenho alguns bons exemplos da questão da manipulação de massa e do consumismo: faço parte de um seleto grupo das mulheres que não fizeram cirurgia plástica. Levando-se em conta que tb sou uma das mais velhas, temos aí umas moças que não têm mais que 31 ou 32 anos que estão se "artificializando" para seguir um modelo ditado sabe-se lá por quem. É o ser humano tornando-se produto para ser consumido pelos olhares alheios. Triste caminho...

Já houve um tempo em que me pesava um pouco o fato de não assistir TV... Aquela coisa meio cobrança intelectual "como uma jornalista não assiste TV, não lê jornal?" Mas hoje já tenho resposta: para assistir ficção, prefiro filmes do que jornais... Ou, como disse certa vez um grande amigo e tb jornalista: "a imprensa é, na verdade, uma graaaande agência de publicidade" Pois então... a gente se forma em jornalismo e trabalha como publicitário. Fazer o que? rs

KALI, desesperadamente humana. disse...

Não consigo assistir o vídeo. Você poderia colocar o link? De qualquer forma, tv é mesmo uma perda de tempo, nem preciso de documentário para ver isso, mas gostaria de mostrar para alguém. ;)

Fernando Augusto disse...

Oi, Kali!

Eis o link:

http://www.youtube.com/watch?v=49UXEog2fI8

KALI, desesperadamente humana. disse...

Valeu!

brunaabora disse...

Baixar o Documentário - Criança, a Alma do Negócio - Trata sobre a publicidade que é dirigida às crianças no Brasil - http://mcaf.ee/dowg61237