Sem explicação: arcanos de um louco

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Há vezes em que a única explicação é esta:

Não há explicação.

E não ter explicação é apavorante.

Acho que o homem forjou a razão pelo medo diante do universo e de sua imprevisibilidade. E assim surgiu a religião, a mitologia, a filosofia, a ciência e a psicanálise. Sim, a religião é um esforço racional, um esforço por explicar e entender, uma teoria sobre a realidade assim como a teoria do big bang.


O mistério é muito apavorante.


Tão apavorante que mesmo Einstein diante da mecânica quântica não quis admitir e disse: Deus não joga dados.


A razão não passa de uma tentativa desesperada de explicar o inexplicável. Ela aplaca nosso medo disfarçado de curiosidade.


Ela cria a ilusão de que o entendimento é um processo que caminha para uma realização total, como a teoria de tudo, o entendimento da mente divina almejado por Einstein.


Dizem que Deus “é uma expressão de anseio pelo pai todo-poderoso, que cuidará de nós”.


A razão tornou-se um substituto para Deus.

A razão tornou-se um tirano que quer a tudo explicar, é o deus, reflexo de nossa auto-importância diante do Infinito. É o racional tentando sobrepor-se ao mistério, um jogo de dominação que entra na questão do masculino e do feminino.


Mas assim como não há ninguém para cuidar de nós também não há ninguém que possa nos explicar o mistério e o caos do Universo.


Tantas teorias, metafísicas, doutrinas, filosofias, para quê? Um vasto menu que nunca satisfaz o cliente.


Mas aí entra a razão, que como a religião, não passa de um consolo, quando se crê que para tudo há uma razão de ser.


Porque nos é tão difícil aceitar que não há uma razão para tudo que acontece em nossas vidas?

Carma? Culpa? Pecado? Missão? Cuidado com tudo aquilo que te prende a um pretenso passado...há uma sombra que ronda e da qual pululam tais conceitos. Cuidado com tudo aquilo que quer te vincular a um futuro: Apocalipses, Profecias, Previsões. Se for para se prender que seja a isto: o aqui e o agora.


Sem o apoio de um deus e de uma razão que é do homem? Algo tão vasto que dá medo? Ou algo tão primitivo que não vale a pena? Apenas um bicho, como outro qualquer.


Nós que nos dizemos um animal intelectual não percebemos o que o intelecto é apenas um recurso de sobrevivência e um recurso que tem feito muito mais dano do que bem a nós mesmos. Tem nos levado a um mar de confusão e teorias onde acabamos enredados nos pensamentos, como se fôssemos uma presa de algo em nós mesmos, como se a mente fosse o labirinto de Creta.

Há uma virtude na razão quando ela reconhece seus limites, quando ela vai além de si torna-se neurose, às vezes aneurisma, e aquém é apenas burrice.

Nunca ouvi uma frase mais insensata do que esta: seja realista!

Há algo em nós capaz de saber além de toda e qualquer explicação?

Surge uma das frases de Matrix: Não pense que é, saiba que é.

F.A.

8 comentários:

Palavras de Osho disse...

Olé!

a.mar disse...

Eu gosto tanto do dicionário!...
se por um lado aceito que as coisas não têm uma explicação, por outro, organizo o meu pensamento através da linguagem. Aí o português é meu amigo, tem umas tantas palavras a significar a mesma coisa. Podemos escolher uma que achemos que melhor se adequa.

E como me ajuda perceber como é a anatmia humana e como funcionam as células, o corpo humano quando estou a fazer uma massagem.
Acho que as minhas manipulações chegam mais profundo.
De facto não importa muito saber porquê (acho que é a qualidade e capacidade do pensamento), importa saber que é assim.
O conhecimento e o respeito pela diferença faz muita diferença na nossa relação com o mundo.
Eu, porque tenho razão não me faz maior que o gato ou que a alface ou o grão de areia. Somos todos partes do todo maior.

Desde cedo que ponho em causa a existência de deus porque me pareceu sempre uma criação muito à imagem do homem. Algo muito mais inteligente que nós, que gere o Universo ordenando tudo, tal e qual um rei ou um general. Um ser com um caderninho a apontar o que cada um faz de bom ou mau e apresentando contas no final da vida.
Não temos explicação para isto ou para aquilo, são desígnios do deus.

Porque é que estou aqui?
Não sei,
mas é porque sim
ou porque não?

a.mar disse...

Um Abraço!

F.A. disse...

Aloha, Palavras de Osho e querida A.Mar!

Ia comentar porque aqui e resolvi postar por lá, pois vieram-me loucas idéias trazidas pela musa de além mar.

No intento,

F.A.

Decat disse...

Fernando... tem dias que vc acerta na mosca.. em outros vc acerta no olho da mosca....

Obrigado!

Fernando Augusto disse...

Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuhhhhhhhóóóóó!!!

“Os homens devem moldar seu caminho. A partir do momento em que você vir o caminho em tudo o que fizer, você se tornará o caminho.” (Miyamoto Musashi)

Martyn disse...

Fernando... tem dias que vc acerta na mosca.. em outros vc acerta no olho da mosca.... 2.
..
Não sei q sintonia é essa... só sei q to nela tb.

Fernando Augusto disse...

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é possível fazer sentido. Eu não: quero é uma verdade inventada".

Clarice Lispector