Mãe

domingo, 8 de maio de 2011

Abençoado seja o Filho(a) da Luz que conhece sua Mãe Terra

Pois é Ela a doadora da vida

Saibas que a sua Mãe Terra está em ti e tu estás Nela

Foi Ela quem te gerou e que te deu a vida

E te deu este corpo que um dia tu lhe devolverás

Saibas que o sangue que corre nas tuas veias

Nasceu do sangue da tua Mãe Terra

O sangue Dela cai das nuvens, jorra do ventre Dela

Borbulha nos riachos das montanhas

Flui abundantemente nos rios das planícies

Saibas que o ar que respiras nasce da respiração da tua Mãe Terra

O alento Dela é o azul celeste das alturas do céu

E os sussurros das folhas da floresta

Saibas que a dureza dos teus ossos foi criada dos ossos de tua Mãe Terra

Saibas que a maciez da tua carne nasceu da carne de tua Mãe Terra

A luz dos teus olhos, o alcance dos teus ouvidos

Nasceram das cores e dos sons da tua Mãe Terra

Que te rodeiam feito às ondas do mar cercando o peixinho

Como o ar tremelicante sustenta o pássaro

Em verdade te digo, tu és um com tua Mãe Terra

Ela está em ti e tu estás Nela

Dela tu nasceste, Nela tu vives e para Ela voltará novamente

Segue portanto as suas leis

Pois teu alento é o alento Dela

Teu sangue o sangue Dela

Teus ossos os ossos Dela

Tua carne a carne Dela

Teus olhos e teus ouvidos são Dela também

Aquele que encontra a paz na sua Mãe Terra

Não morrerá jamais

Conhece esta paz na tua mente

Deseja esta paz ao teu coração

Realiza esta paz com o teu corpo.

Evangelho dos Essênios

Um discípulo perguntou ao seu mestre Zen:

"Como posso fazer com que as montanhas, os rios e a grande Terra me beneficiem?"

Respondeu o mestre: "Vós deveis beneficiar as montanhas, os rios e a grande Terra."

Koan: A mente Zen é a nutrição da Terra. A mente da Terra é a nossa nutrição.

11 comentários:

Nancy Passos disse...

Bom dia F.A !

que lindo texto, foto deslumbrante, mas me deu uma dor no coração ao ler, pois essa manhã ouvi no rádio que morreu vítima da nova gripe, um bebê indígena de uma aldeia em São Vicente litoral de SP.

Beijos,
Nancy

F.A. disse...

Bom dia, Nancy!

Nem sei o que dizer diante do fato, um retrato da cena maior ao longo do tempo.

Interessante nessa prece sáo os Essênios expressando toda uma mística voltada para o feminino, para o sagrado que é a Terra, eles que são gnósticos e que são a base para o esoterismo cristão.

No intento,

F.A.

Nancy Passos disse...

F.A. querido, aqui não é o Via é o Pistas rsrs.... cê tá Louco ????

Bjs,
Nancy

F.A. disse...

Hehehe....louco eu não sei, talvez esteje, mas tô com fome com certeza....acho que preciso comer...com fome eu fico louco! Risos...

Beijos,

F.A.

Cláudia Mello disse...



Eu amo esta imagem!!!!
Esta índia é linda demais...
E o texto expressa bem o amor à Mãe Terra.

beijo (da sua outra amada...rs)

Cláudia Mello disse...

Nancy

O dia está bem de Louco mesmo... já aconteceram umas aqui no trabalho, que só o Louco explica (ou não explica nada...rs)

beijão

Nancy Passos disse...

Eu de novo, devo estar Louca eu li o texto duas vezes e fiquei procurando de quem era, mas só depois que você falou dos Essênios é que eu vi rs...uns anos atrás fiz um mapa astral cármico, e me foi sugerido estudá-los.

Bj,
Nancy

F.A. disse...

É amada sócia, o negócio é darmos risada de nossas próprias loucuras, de fato esse olhar da índia é uma coisa de louco...

Beijos,

F.A.

F.A. disse...

É madrinha, depois dessa falha técnica o Louco mostra bem como gosta de pregar peças, pelo visto estamos devendo um pouco mais de descontração e risadas diante da loucura desse mundo.

Há muita coisa interessante sobre os Essênios. Vamos pesquisar?

Beijos,

F.A.

Juliana disse...

Não sei o que é mais bonito... o textou ou a foto. :)
Beijos!

Daniele disse...

Lindo mesmo o texto!!! Ai o feminino que amor e que temor.