Transmutação da Energia Sexual - 2ª parte

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Mas que porra é esta?!?

Desculpem o linguajar chulo, mas se fosse usar uma linguagem mais formal, algo assim hermética-cabalística-gnóstica-thelêmica vocês iriam de novo perguntar:


- Mas que porra é esta?!?

E talvez ainda desse no saco...

Desculpem, desculpem agora não só pelo popular mas também pela dupla mensagem.

E um dos pontos principais aqui é justo a linguagem.

Reparem no termo:

Porra!

Não, não é o capitão Nascimento.

Calma, não quis ofender ninguém, cuidado com essa testosterona aí...

Consultemos o pai dos burros:

n substantivo feminino
1 Diacronismo: antigo.
clava com ponta redonda e reforço de ferro
2 pedaço de pau; porrete, cacete
3 Uso: tabuísmo.
o pênis
4 Uso: tabuísmo.
m.q. esperma
5 Uso: informal.
algo muito ruim; porcaria, merda
Ex.: vou jogar fora esta p. deste telefone celular
n interjeição
6 expressão de surpresa, espanto
Ex.: p.! que carrão você comprou!
7 expressa uma reação de dor ou aborrecimento
Ex.: p.! quem deixou essa pedra no caminho?

prov. de porro, vegetal de talo largo e um bulbo num dos extremos, sugerindo a comparação com um bastão de cabo grosso; Corominas comenta que um lat. *porrèa, de caráter adj., '(maça) semelhante a um porro (alho)', der. do lat. pòrrum ou porrus,i 'porro (alho)' poderia explicar o voc. port.; ver porr-

A palavra "porra" é rica na sua polissemia. Porra é uma palavra porreta e do alho mesmo.

O que nos interessa é o quarto significado.

4 Uso: tabuísmo.
m.q. esperma

Mas que porra é esta de tabuísmo???

Fala o Houaiss:

palavra, locução ou acepção tabus, consideradas chulas, grosseiras ou ofensivas demais na maioria dos contextos [São os chamados palavrões e afins, e referem-se ger. ao metabolismo (cagar, mijar, merda), aos órgãos e funções sexuais (caralho, pica, boceta 'vulva', colhão, cona, foder, pívia, crica, pachoucho etc.), incluem ainda disfemismos pesados como puta, veado, cabrão, paneleiro, expressões tabuizadas (puta que pariu) etc.]

Assim esperma e porra são sinônimos, só que porra é um tabuísmo de esperma.

Então falar: "mas que porra é esta?!?" é como "mas que esperma é este?!?". Convenhamos que a segunda frase perde todo o seu impacto.

Assim transmutação da energia sexual é a ciência e a arte da transformação de nosso esperma, ou ainda, a ciência e a arte da transformação da porra, mas cá entre nós, a segunda definição não cai nada bem.

Já pararam para pensar que em uma única ejaculação um homem saudável expressa a potência para repovoar o Brasil inteiro? Sim, como diz a velha música:

200 milhões em ação, pra frente Brasil, salve a seleção! De repente é aquela corrente pra frente,...

É quase como dizer que em uma única ejaculação, redunde ela num rebento ou não, você está cometendo um genocídio. Não, não se sinta culpado. Apenas reflita na potência vital que você carrega entre as pernas e no fato de toda essa potência ter sido simplesmente vulgarizada através da linguagem, da pseudo-religião e da falsa moral.

Fica a pergunta:

Por que razão ocorre uma espécie de vulgarização de algo que é simplesmente a nossa origem, a fonte formadora de nosso corpo, a fonte de nossa masculinidade e capacidade de criar vidas?

Continuaremos...

F.A.

obs: usei o "Houaiss" para a consulta ao dicionário

8 comentários:

Carlos disse...

Olá LA, sou vasectomizado.
Posso eu, trasmutar e voltar a produzir porra bruta?
Será esse o q vc está dizendo com trasmutação sexual?
Abraço.

Fernando Augusto disse...

Bom dia, Carlos!

Vou te responder com mais vagar no próximo post, mas de antemão não sei te dizer se a vasectomia afeta o processo de transformação da energia.

Já li sobre isso num autor chamado Samael, e segundo esse autor a vasectomia afeta o processo de transformação da energia.

Mas repito que essa é a visão desse autor. Eu mesmo não tenho base nenhuma para afirmar tal coisa.

Vou pesquisar outras fontes e te dou um retorno caso encontre algo, ok?

Abraços!

Eu te amo, sinto muito, perdoe-me, sou grato.

F.A.

Martyn disse...

Carlos...Claro que não... vc só vai ter q se esforçar um pouco mais pra jogar a energia sexual no seu corpo físico.

vou ver as pista de Fernando...continuando caminhando...depois de ler tantas pistas eu fico me achando :D...

F.A... Samael tb fala que solteiro ou solteira não vai conseguir transmutar a energia sexual... vc achou outra pista?

Fernando Augusto disse...

Martyn,

antes de conhecer Samael, dos 18 aos 22 anos eu fiquei totalmente abstêmio, realizando pranayamas, alimentação natural e práticas diárias de Ioga, sem nenhuma perda seminal, indício de que nesse período houve transmutação da energia, o que me fez naturalmente concluir que a transmutação é possível para solteiros (as). Mais tarde o Nuvem me disse que vários homens e mulheres realizam o "grande casamento" mantendo-se solteiros, mas sem aprofundar muito o tema.

Enfim, é possível a transmutação para solteiros (as) basta para tal estabelecer um "casamento" com certo tipo de força que permita tal ato. Mas isso é assunto a ser descortinado.

No intento,

F.A.

Martyn disse...

Valew Fernando !!!

Vou continuar seguindo as pistas...

sobre o Nuvem... quando comecei a seguir um caminho mais espiritual (2009)... uma nuvem verde aparecia aqui perto de casa... quando chamava meu irmão ou minha irmã pra ver tb... em alguns segundos a nuvem não estava mais lá...

Rosane Peon disse...

Olá F.A.
Ultimamente estou lendo artigo de Mantak Chia,ele aborda justamente esse tema sexualidade,o prazer e a ejaculação tardia aumentando a sensação orgástica.
Li que a sexualidade bem resolvida,realizada é um caminho para irmos além.
Descobrir o caminho é falar mais sobre esse
tema,deixar de lado os pudores e conceitos pré concebidos,estudar sobre as energias sexuais e seu poder no físico e espírito

Sinto muito,me perdoa,te amo sou grata

Joaquim Alves disse...

Porra! Não tô sacando nada, catso! Alguém pode ser mais explícito?

matheus disse...

tbm li muito o Samael. gosto muito dele, apesar de achar ele meio doido. certamente o sexo sem ejaculação turbina a pessoa energeticamente. no caso dos Solteiros, além dos pranayanas, estou cada vez mais convencido de que o que transmuta mesmo a energia é a Tensão (coisa notável nas escolas de Quarto Caminho, ou Caminho do Raio)conjugada com a Integridade energetica, daí a famosa: Tesengridade. a Tensão entendida aqui como a constante representação e dramatização do processo de "iluminação"/acensão da energia Kundalini, q demanda a patica intensa da meditação mantrica p/ a reintegração progressiva da Monada Indivisa, atra´ves dos pricnipios do Som, Luz e Amor. cujos ensinamentos estão sendo gradativamente sendo trazidos a tona pela eminete Escola Agartha de Filosofia e Mistérios, dirigida pelo Dr. Luís Augusto Weber Salvi.