Se você não gosta de política pelo menos não deve brigar com a matemática

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

5 comentários:

Verdades Ocultas disse...

É não devemos brigar com a matemática, os impostos nunca na historia desta pais foram tão altos, nunca se pagou tantos impostos. E apesar disto o Governo gasta sempre muito mais do que arrecada e durante todo governo do lula sempre esteve a esbanjar o dinheiro público.SERRA mesmo que o Brasil esta melhor.
http://verdades-ocultass.blogspot.com/2010/10/sera-que-o-brasil-esta-mesmo-melhor.html

Nana Odara disse...

ah FA, muita gente q lucrou muito com a inflação não vê nada do q aconteceu nos útimos 8 anos...
só vê q a torneira secou...

mas tudo bem...
agora é mater mundi, não tem mais volta...
não q esteja em clima de já ganhou ou de confiar na maturidade política do eleitorado, mas confio plenamente numa mudança de paradigmas em processo, não só no Brasil nem só na política, não só na espiritualidade mas em todos os aspectos de forma global, holística, democrática... circular, horizontal... e o melhor: irreversível... é muito inspirador viver nessa fase de mudança, de evolução,
é uma honra fazer parte dela...

somos mater somos mundi!!!

Fernando Augusto disse...

As verdades ocultas tem se revelado nessa campanha, não é mesmo?

Tenho reparado que por trás do movimento anti-NOM tem pessoas ocultas manobrando para que se veja que as propostas dos dois candidatos são farinha do mesmo saco, o que não é verdade, quer se mudar o ponto fundamental para se ficar discutindo questões morais e religiosas, em vez de fazer um debate objetivo que compare as diferenças gritantes entre Serra-FHC-PSDB e Dilma-Lula-PT.

É bom que as verdades ocultas venham de fato a luz e mostrem sua cara refletida em suas escolhas.

O que realmente está em jogo nessa eleição tem nome:

Petrobrás,

só não vê quem não quer ou quem não quer que os outros vejam.

No intento,

F.A.

Fernando Augusto disse...

É isso, Nana Odara, e precisamos manter todo o nosso intento, afiado como uma espada cortante, para ver as ilusões em nós e fora de nós mesmos.

Sinto que essa campanha é uma encruzilhada histórica e espiritual onde decidiremos, por exemplo, entre um Estado verdadeiramente laico e capaz de formular uma identidade própria dialogando com a comunidade internacional de forma autônoma ou por um Estado que se quer submetido aos interesses de outros Estados como o Vaticano e o Império Anglo-Americano.

E tem gente que quer fazer os outros crerem que é tudo a mesma coisa! Ignorância ou má fé? Acaba por dar no mesmo.

No intento,

F.A.

Eduardo disse...

F.A., vc viu que o santo (sic) padre saiu do sarcófago e resolveu entrar na campanha? estão dizendo por aí que todos padres do Brasil foram orientados pela santa (sic) Sé a tocar no tema eleitoral nas missas de domingo. Fazer campanha no dia da eleição é crime, mas não é difícil para eles fazer isso de forma velada e para um público que já vai à igreja com a mentalidade pré-moldada.

O q vc acha?

PS: depois vou olhar o link q vc passou no outro post