Saudações!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Saudações.

Esta palavra:

Saudações!

Este ato de "saudar" quando se começa a dialogar.


Existem povos que pegam areia do solo, outros poeira e jogam sobre os dois ombros, para demonstrar que não estão com armas.

Entre povos de diferentes origens que se encontram nas suas andanças pela floresta o sentido de saudar-se tem outra amplitude.

Entre xamãs, neo-xamãs, enfim entre os (as) praticantes da ARTE o sentido do termo Saudações nos leva a perceber outra natureza de nossa postura perante o Existir.

O(a) xamã é antes de mais nada um ser sensível.

Sensível a realidade que o(a) circunda.

Entretanto sensibilidade é um termo muito deturpado para expressar este "estado de ser" de um (a) praticante de ARTE.

Confundimos emoção com sentir.

Como confundimos raciocinar com pensar.

Emoção e raciocinar são formas muito específicas de funcionar de habilidades maiores que possuímos.

Sentir e pensar são estas habilidades.

Emocionar-se e raciocinar são campos de treino onde a percepção balbucia suas tentativas de expressar-se e perceber o mundo por essas habilidades.

Assim, sendo a ARTE um estado perceptivo onde nossa ligação com o Poder se faz por outra via, que não a determinada pelas tradições que apóiam o modelo no qual seres humanos são transformados em objetos.

Tendo como ética fundamental jamais usar outro ser humano como objeto, agir voluntariamente na ampliação e sutilização do estado de consciência da espécie humana, da qual emergi mos para o estado já além do humano que se situa o (a) xamã.

Por isso considero bem delicado e carecendo de grande bom senso considerar-se xamã.

O termo Xamã implica numa vitória sobre toda uma estrutura de situações quer externas, quer internas, que levam tempo e dedicação para serem realmente superadas.

Elas tem a inquietante capacidade de se transfigurar no oposto do que realmente são e as prisões podem surgir de forma muito sutil.

A importância pessoal é considerada o cadeado final, forte, robusto, enferrujado a tal ponto que a chave está com parte dela quebrada dentro da fechadura, numa tentativa equivocada de abrir usando a força.

Os (as) Toltecas procuram trabalhar com total foco a questão da importância pessoal.

Foram miradores espreitadores Toltecas que perceberam que a importância pessoal era uma máscara, um disfarce defensivo.

Foi uma surpresa perceber que a importância pessoal com toda a vaidade e arrogância que dela decorrem, fosse na realidade uma máscara defensiva que vinha de uma outra emoção, mais profunda, muito bem disfarçada.

A auto-piedade!

Quando a essência humana percebe algo e se surpreende pois ainda é imatura e pouco trabalhada, o condicionamento que chamam educação trabalha apenas com a personalidade, não a essência.

A essência perceptiva que somos de fato percebe a efemeridade da existência, a singularidade de nossa presença e como será breve o nosso ato neste mundo maravilhoso e espantoso que nos circunda, nos anima, nos alimenta e nos toca, como o raio de sol entrando pela minha janela, o beija-flor nos jasmins da varanda do quarto.

Essa composição de poder me leva a perceber que o assunto que estamos aqui partilhando é algo importante.

O foco de nossa atenção pode variar muito se não for treinado.

Os (as) xamãs do clã guerreiro Tolteca perceberam que a vaidade estava sendo usada por medo.

Medo da imensidão que nos circunda, como defesa da percepção dessa realidade.

Suportar a presença da vastidão tocando tuas células, poder sentir o hálito do Dragão da Eternidade e pulsar em chamas com ele para não ser incinerado, deixar que o passado e gasto em nós se incinere e qual Fênix renasça transmutado, o trilhar no mundo agora revelando o caminho e não nos afastando dele.


Este me parece ser o trabalho que nos dedicamos enquanto xamãs no ramo Tolteca.

Há uma harmonia de percepções muito grande entre os xamãs Toltecas e os Taoístas.

A causa é terem bebido na mesma fonte, serem dois galhos da mesma árvore que brotou em passado remoto nas alturas hoje geladas os Himalaias.

E quando então presentes em nós mesmos todo o tempo e focados na respiração, por exemplo, conseguimos um estar pleno aqui e agora que permite um perceber da "porta entre os mundos" , a fresta que está sempre aberta, que pode ser usada para entrarmos em outros mundos, tão "completos e inclusivos" como esse.

Homens e Mulheres Xamãs são a expressão de um mito.

Numa Era de Estereótipos urge que trabalhemos bem nossas bases para não cairmos nessa armadilha e aceitarmos a moda propagada pela engenharia religiosa dos que nos dominam, que vem progressivamente conquistando o mundo e destruindo o povo nativo.

O Xamanismo não é dessa civilização dominante.

Portanto os paradigmas da civilização dominante não podem ser usados para compreender o Xamanismo.

Notem que os paradigmas quânticos e da biologia em suas complexas abordagens da realidade e da vida não são adotados pela sociedade dominante, embora comprovados cientificamente.

Isto demonstra, para um bom observador, que o mito da ciência foi reduzido a um estereótipo.

A ciência só serve quando produz armas, conforto e poder.

Sua atuação foi limitada, portanto o caminho cientifico sozinho não levou a liberdade desta sociedade do paradigma que a faz escrava de si mesma, pois basta um pouco de sutileza para perceber que mesmo nossos feitores são escravos...

Saudações.

O que nós da Tribo do Arco Íris com nosso compromisso de trabalhar na cura da Terra, ato que deve ser atitude , consciência, 24 horas de foco, o que nós atribuímos a este termo:


"Saudações"


Não o que raciocinamos, ou mecanicamente fazemos, máquinas tem limites muito sérios.

Organismos não.

Somos organismos limitados a uma percepção mecânica de nós mesmos.


Mas o Xamanismo insiste: Somos organismos.

Conjunto, integração de "N" fluxos de vida e consciência.

A força vital está presente em nós.

Buscamos que ela desperte, se torne consciente de si mesma.

Estar aqui e agora é a chave, presente.

Em cada inspiração, em cada expiração e no espaço entre elas.

Isso desenvolve o foco necessário para entrarmos com sobriedade nas outras realidades, nas outras camadas da grande cebola cósmica, da qual somos apenas uma camada, na infinitude, numa eternidade de cebolas maiores e menores.

Saudações.

A quem saudamos?

Quem saúda?

Já resolvemos o aglomerado de estilos de ser, pensar e agir que confundimos com nosso "Eu" singular.

Não um "eu" separado da Eternidade, mas um "Eu" que se reconhece existente, essência perceptiva.

Os Videntes Toltecas, especialmente "Los Nuevos", insistem que este é o último bastião no qual nos apoiamos.

É aqui, nesta ciência e presença plena com a força vital que resistimos quando o Mar Escuro da Consciência vier reabsorver a consciência que nos emprestou, que nos doou, para seus próprios propósitos.

Resistindo a dissolução, mas ainda assim dissolvendo-se.

Ardendo na chama da consciência os Videntes Toltecas almejam sonhar um novo sonho.

Que saltam além de todas as possibilidades e entram num novo estado de consciência, abordam e absorvem uma nova "intenção".

Entram na 3 ª atenção.

Liberdade Total é outra metáfora para esta meta.

Assim, seres que almejam ter mais um tempo na Eternidade para continuar a vislumbrar e interagir com a magia, os mistérios insondáveis e a maravilha que nos cercam, seres com este propósito como vivem suas vidas?

Esta a questão que deixo, como vivemos nossos dias?

Na plenitude de nós mesmos, conseguindo a primeira liberdade necessária de quem almeja a plena, a liberdade Interior? Sujeito da história, participante da vida?

Ou mecanicamente, vítima da vida, objeto da história que disfarça com fantasias misticóides e explicações racionalizadas suas inabilidades em SER plenamente?

Pois xamãs curam a si mesmos, realizam-se em si e só quando somos presença plena podemos nos dizer hábeis para ressonar em outros tais estados.

Pois é ressonância a arte dos seres que tem fibras em si.

Vibrar, vibrar e levar a vibrar.

Ressonar.

Consciência.

Medo; Impecabilidade

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Uma das grandes forças na vida dos guerreiros é o medo, porque ele os instiga a aprender.

A impecabilidade começa com um único ato, que tem de ser deliberado, preciso e fundamentado. Se esse ato é repetido pelo tempo suficiente, adquire-se o senso de um intento inflexível, que pode ser aplicado a qualquer outra coisa. Se isso é realizado, o caminho é claro. Uma coisa leva à outra até que o guerreiro perceba todo o seu potencial.

Carlos Castaneda em Roda do Tempo

Cinzas e Neve

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Beleza a minha frente, beleza atrás de mim, beleza sobre minha cabeça, beleza sob meus pés, beleza a minha direita, beleza a minha esquerda, beleza fora de mim e beleza dentro de mim.

Download completo AQUI, via Torrent. Legendas, AQUI ou AQUI.

Uma oração india ( valeu A. Mar., tu és gira!):

- Oração -
(Navajos)

Feliz possa caminhar.
Feliz com abundantes nuvens negras possa caminhar.
Feliz com abundantes chuvas possa caminhar.
Feliz com abundantes plantas possa caminhar.
Feliz por uma senda de pólen possa caminhar.
Feliz possa caminhar.
Como aconteceu em dias distantes possa agora caminhar.
Que de fronte de mim seja tudo belo.
Que atrás de mim seja tudo belo.
Que debaixo de mim seja tudo belo.
Que por cima de mim seja tudo belo.
Que derredor de mim seja tudo belo.
Belo belo acaba aqui.
Belo belo acaba aqui.

POEMAS AMERÍNDIOS
mudados para português por
HERBERTO HELDER



A Vara e a Serpente

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Tudo o que sei é o que significa para os guerreiros. Eles não ignoram que a única energia real que possuímos é a energia sexual, que confere vida. Esse conhecimento toma-os permanentemente conscientes de sua responsabilidade - O Fogo Interior, de Carlos Castaneda.

A Energia Criadora Sexual assume muitos símbolos e formas nas diferentes tradições. Ela é a Fonte de nosso Ser no mundo.

Viemos das águas sexuais de nossa mãe e de nosso pai.

Somos o fruto desse conhecimento sagrado do amor. O Amor se polariza para criar.

A água evaporada, a nuvem, se polariza para gerar o filho raio.

22 Assim Moisés foi instruído em toda a sabedoria dos egípcios, e era poderoso em palavras e obras - Atos 7.

Moisés era um sacerdote egípicio. Foi criado pelos egípicios, pelo Faraó e sua filha.

Interessante que o Egito é uma civilização que junta magia e política com perfeição. O Faraó era ao mesmo tempo rei e sacerdote.

Moisés significa aquele que nasceu das águas. É um símbolo para todo o humano, pois todo humano nasce das águas. Toda a vida nasce das águas. O Rio Nilo era sagrado para os antigos egípicios por isso.

A vida que nasce das águas é como o espermatozóide que adentra ao óvulo, fecundando-o.

As águas seminais do homem que fecundam a terra uterina da mulher.

A vara sagrada do homem fazendo a água da vida emanar da rocha-uterina-divina da mulher.

Falo e Útero, Ás de Paus e Ás de Copas gerando e regenerando a vida.

A Vara, o Cajado é um símbolo de poder. A Taça, o Graal é um outro símbolo de poder.

A dualidade atrativa gerando e regenerando a Vida.

Essa dualidade é uma marca em diversas histórias míticas.

Vejamos a seguinte dualidade, a Vara-Serpente.

A vara é um símbolo do Falo, da energia sexual masculina.

A serpente é um símbolo da Fluidez, dos Ciclos, da Regeneração, da energia sexual feminina.

A Energia Sexual é por excelência feminina, por isso no homem e na mulher Ela é a Shakti, a Força (do arcano 11 do Tarot), a Kundalini.

"A Minha serpente é uma extensão da Sua".

Essas são palavras mágicas entre o Sacerdote e a Sacerdotisa que expressam a união mágica do masculino e do feminino.

Vou citar agora algo que fará alguns amigos (as) pagãos arrepiarem-se...risos.

Eis um exemplo da dualidade masculino-feminino, Vara-Serpente.

Há uma história mágica e mítica na Bíblia onde Móises (com Arão) transforma a Vara em Serpente e de novo a Serpente em Vara, em Êxodo 4 e 7:

2 Ao que lhe perguntou o Senhor: Que é isso na tua mão. Disse Moisés: uma vara.
3 Ordenou-lhe o Senhor: Lança-a no chão. Ele a lançou no chão, e ela se tornou em cobra; e Moisés fugiu dela.
4 Então disse o Senhor a Moisés: Estende a mão e pega-lhe pela cauda (estendeu ele a mão e lhe pegou, e ela se tornou em vara na sua mão);

e

9 Quando Faraó vos disser: Apresentai da vossa parte algum milagre; dirás a Arão: Toma a tua vara, e lança-a diante de Faraó, para que se torne em serpente.
10 Então Moisés e Arão foram ter com Faraó, e fizeram assim como o Senhor ordenara. Arão lançou a sua vara diante de Faraó e diante dos seus servos, e ela se tornou em serpente.
11 Faraó também mandou vir os sábios e encantadores; e eles, os magos do Egito, também fizeram o mesmo com os seus encantamentos.
12 Pois cada um deles lançou a sua vara, e elas se tornaram em serpentes; mas a vara de Arão tragou as varas deles.

A Vara é um símbolo clássico do poder mágico. Ela simboliza a força do Mago(a) e do Iniciado(a). Representa sua Vontade em domar em si as muitas vontades. Representa também a Coluna Espinhal do ser humano.

A Vara que se torna em Serpente é a própria Força Sexual ascendendo ao longo dos canais sutis da coluna espinhal humana. A Serpente do Éden enroscada em torno da Árvore do Conhecimento é um símbolo da Serpente Kundalini enroscada em nosso Corpo. Nosso Corpo é a Árvore do Conhecimento onde habita a Deusa Serpente.

Qualquer praticante do caminho que acumula e recanaliza sua energia sexual criadora pode senti-la como vida pulsante ao longo de seu canal espinhal.

O Poder de um Mago se determina pelo nível de ascensão da Serpente ao longo da Vara.

A Serpente de Moisés engoliu as Serpentes dos Magos Egípicios porque seu poder era maior. Isso também pode significar que os judeus absorveriam a sabedoria egipícia, da qual Moisés era herdeiro. Moisés era um sacerdote egípicio. Foi o avatar da Era de Áries. Há uma imagem de Móises com dois chifres, como um deus cornudo. Esse é um clássico símbolo pagão que nada tem a ver com um sentido pejorativo ou do mal.

A Vara transformada em Serpente simboliza a transformação e a transmutação da Energia Sexual Criadora.

Os cornos de Moisés simbolizam o cérebro direito e esquerdo plenamente desenvolvidos e fecundados pela Energia Sexual Criadora Transmutada.

Transformar a Serpente em Vara e vice-versa é um símbolo do processo alquímico do Solve et Coagula.

A Serpente é o poder de dissolução. A Vara, o poder de coagulação. Expressões polarizadas da mesma Energia.

Desejo de morte (ou pelo Inverno)

quarta-feira, 9 de junho de 2010



Eu quero deixar de ser eu

E ser outro

Estou cansado de ser o que sou

Intento morrer

Não para findar-me

Mas para mutar-me,

Renovar-me.

Sem lembranças de quem já fui.

Sem esperanças de quem serei.

Sem forma, apenas não-eu.

E entre uma mudança e outra vislumbrar o mistério desnudo.

F.A.

SONHAR - Palestra de Carlos Castaneda - LA. - The Phoenix Book Store.

28/11/93


(essa é uma tradução de notas de uma palestra do nagual. A tradutor antecipadamente solicita a compreensão generosa dos leitores)


Don Juan dizia que não existe maldade e que não podemos sentir compaixão. O que é sentir piedade por uma pessoa? Significa algo além de que acredito que sou melhor do que os outros? É o ego que sente piedade, e toda idéia de sentimento de piedade é fraudulenta. Use sua energia para outra coisa, para libertar a sua vida.


Você economiza energia através do exercício de recapitulação. Através da recapitulação você voltará a um lugar onde a energia torna-se perceptível. Não pela visão, mas como alguma coisa incompreensível. Alguma coisa que é incompreensível porque nós não temos léxico para ela. Quando você vê a energia, você compreende o que estava fazendo.


Não Fazer é a dissonância cognitiva que desemaranha sua atenção. É o desarranjamento do mundo, provocado por fazer alguma coisa absurda. Termos que realizar o mundo é um arranjamento. Isso poderia ser feito dando seus passos de um modo diferente.


O sonhador, através dos ensinamentos da feitiçaria, é um guerreiro que vê sua própria vida como alguma coisa indescritível, indefinível e indeterminada. Ele não tem limitação. Não tem forma. Agarra qualquer coisa que lhe venha de encontro igualmente, como um desafio, e nunca perde sua imparcialidade mesmo que seja terrivelmente humilhado.


Uma das coisas mais importantes a se fazer, para um guerreiro, é guardar um Álbum de Momentos Sublimes.


Retirar-se do cérebro da besta. Nós somos repetitivos. Onde está nosso senso de orgulho? Temos que examinar cada coisa, cortar nossas rotinas, arremessar nossa dissonância cognitiva e atravessar para a ordem da feitiçaria. Podemos ver energia neste fluxo, por que motivo permitimos que o cérebro da besta nos impeça?


O sonhador é capaz de usar seus sonhos, tanto como uma armadilha, quanto como um salto que o faz mergulhar no infinito. Mas nós temos gasto nossos sonhos unicamente em caminhos analíticos, psicológicos ou científicos. Para sonhar como um guerreiro, é preciso sonhos nos quais agarramos a responsabilidade de estar indo morrer.


Sonhos são precisos. Alguma coisa é arrastada no campo da luminosidade. O ponto de aglutinação é deslocado. Fibras de energia são disparadas em milhares de direções. Se este ponto for deslocado, nos moveremos para um mundo inteiramente diferente. Sonhar é a arte de manter o ponto de aglutinação em uma nova posição. Se nós tivéssemos a oportunidade, todos poderíamos nos tornar sonhadores de primeira classe.


A promoção do deslocamento de nosso ponto de aglutinação é espantosamente maior no sonho. Nossa mente é quem fornece ordem nestas experiências. Quando estes sonhos tornam-se opressores e com imagens demoníacas, isto é ditado pela nossa mania de antropomorfização da experiência do sonhar. Se nos agarramos aos sonhos como uma atividade formal, o demoníaco desaparece. O difícil é disciplinar a nós mesmos, de maneira que, nada do que aconteça no sonho não seja determinado pela nossa vontade.


Os passos no sonhar:


1. Tornar-se ciente que você se entregou ao sono.


Antes de ir dormir dizer ‘Eu sou um sonhador’. Este é um estado que afirma o seu intento. Não significa ficar preocupado em se vai sonhar ou não, a nossa mente não está habituada a conhecer a diferença. Não se trata de mentir para si mesmo. Quando permanecemos presos a questões lineares os nossos pensamentos é que são mentiras. Isto não acontece obrigatoriamente, nós temos que colocar isso para as nossas vidas o tempo todo.


Assim, intentamos sonhar, partindo do ponto de vista de que estamos indo para a morte. Como se isto, que é o corpo, fosse da vida à morte. Ou você quer salvar a sua vida para a senilidade? Somos nós que esperamos no restaurante pelo grito do "Salvador"? O que eles têm feito para você? Dom Juan formulava esta questão para mim repetidamente. Precisava repetir, porque eu era estúpido.


Este não é o melhor dos mundos possíveis. Alguma coisa está presa em nossas costas, devido ao nosso modo de ver. O guerreiro, que segue o ponto de vista de que está indo morrer, torna-se consciente de que o mundo nunca será o mesmo. Isto é inacreditável. Ele vê o “batedor” em seus sonhos. Eles são batedores de mundos inconcebíveis. Eles usam a consciência como um mar. Nós só podemos ir a algum lugar se tivermos a energia. Se nos livrarmos de nossa importância própria. Um guerreiro dá um pulo de extensão incalculável porque precisa disso para saber. Meu destino é errar pelo infinito. Nós somos viajantes, viajar é o nosso destino. Ao aceitar a responsabilidade de sua morte, o guerreiro obtém um impulso inacreditável. Ele pode colocar um fim à sua importância própria e mover-se para um outro nível. Você não pode baixar sua cabeça para qualquer um.


Depois de descobrir o invasor (batedor do mundo dos seres inorgânicos) em seus sonhos, você pode parar o sonho e perguntar-lhe de onde ele veio e segui-lo até lá. O “invasor” é compelido a acompanhar sua consciência para outros mundos. Mundos estupendos, um universo paralelo. O sonhador torna-se, então, um explorador, um batedor de si mesmo. O universo paralelo está vivo, ele é o mundo da consciência. Os seres inorgânicos são professores de um universo feminino que está a procura de seres masculinos. Mulheres são réplicas de seres inorgânicos na terra.


A batalha está em outro mundo e nós entraremos neste universo antes que possamos decidir se queremos entrar ou não. Isto é inevitável. Os feiticeiros são pragmáticos. O que é exatamente esta batalha que acontece em outro mundo? Por que esperar até você morrer? Faça isto agora enquanto está jovem e vigoroso. Pare de estar tão envolvido com sua auto-importância. Sempre pensar em mim e no que eu preciso, até estar velho demais para fazer algo. Até que somente uma coisa nos possa ser dita: "precisa de alguém para cuidar de você". Seja consciente agora. Este é o momento e sonhar é o caminho. O sonhador, tendo economizado suficiente energia, obterá o balanço de sua vida quando entrar no outro mundo. Isto é inconcebível. O que é real para nós? Certamente não o que meu pai me disse. Nós somos outra coisa.


Há sete estágios do sonhar. O primeiro é estar consciente de que você está caindo no sono. Isto é, você quer manter-se consciente durante o estado do sonho. Uma vez neste estado de sonho, você pode atingir isso, enquanto você não cede ao espanto. Uma vez que você começa a despertar em seus sonhos, começa a acumular mais energia. Você estará forte no próximo dia.


Torne-se consciente em seus sonhos, este é o primeiro estágio. Se você insistir e pôr o intento, a sua energia irá puxá-lo. Deixe isto acontecer. O puxar do intento quebrará os parâmetros históricos da percepção. Se você recapitular sua vida seriamente, ganhará bastante energia. Somente guerreiros podem realizar isto que nós somos.


No primeiro estágio nós examinamos tudo, cada elemento em nossos sonhos. Começamos tornando-nos cônscios de que estamos caindo no sono. Mas isto não é a meta da técnica. Isto é somente para enganar a mente. A técnica real é o tornar-se consciente dos elementos de nossos sonhos ordinários.


No sonhar, nós podemos deslocar com facilidade o ponto de aglutinação. Graças a um constante e sutil deslocamento do ponto de aglutinação, cria-se uma nova pessoa. Nós somos arremessados para o fim do que éramos e nos tornamos uma nova pessoa.


Don Juan disse que o "aqui" e o "ali" são intercambiáveis, nós fazemos isso o tempo todo com nosso corpo energético. O corpo energético é a soma total projetada para fora.


O que temos de fazer para acabar com isso, para destruirmos a nossa resistência? O terrível dano provocado pela sociedade tem acabado com o nosso potencial para sonhar corretamente.


O próximo passo ou Portão do sonhar é o de despertar dentro de um sonho e entrar em outro sonho.


Uma vez que você adquiriu a energia da recapitulação, sonhando você pode deitar-se no sonho, na mesma posição em que originalmente você caiu no sono, e mover-se para outro sonho. Depois que você entrou num sonho dentro do sonho você entra num estado que é inconcebível, e sua mente voará. Este é o segredo para as posições paralelas.


O segredo dos segredos é parar e reivindicar isso. Nós só precisamos de energia. Isto não é nenhuma teoria, é real, e prosseguimos conforme praticamos. Eu afirmo que todos nós podemos fazê-lo.


Eventualmente, no sonho tudo mudará. Um dia sua atenção será arrastada, ou fixada, por alguma coisa no sonho e você não saberá por que razão. Você não será hábil para mover-se até que isso o liberte. Sua atenção é capturada por um ser inorgânico. Eles possuem mais sabedoria mas nós temos mais energia. Nós somos poderosas bolas de energia, como um fogo brilhante. Os seres inorgânicos permanecem para sempre e podemos agarrar a sabedoria deles.


Agora começaremos a ouvir sempre a voz do Emissário. Ele responderá nossas questões. Depois disso, ouvimos esta voz como sendo de uma mulher, nós somos os ouvidores desta voz verdadeira. E ela é por natureza feminina.


Não se entregue ao Emissário do sonho. Diga-lhe para ficar fora dos seus assuntos. Não permita-lhe alimentar-se de você em nome da liberdade.


Existe uma onda que se choca conosco e nos faz entrar na tristeza. Mas ela veio lá de fora? "Eu nunca pensei que estava indo viver para sempre, fazer isso seria erguer um obstáculo. Tornei-me livre".


Pratique o Não Fazer do álbum do sublime. Isso criará a dissonância cognitiva. Crie um álbum para você lembrar seus momentos sublimes. De coisas e pensamentos que tenham aturdido você.


A revolução real está no próximo mundo. É fácil estar envolvido em protestos políticos, mas este não é o ponto. Devemos fazer alguma coisa do ponto de vista do homem que está indo para morte.


O que eles têm feito por você? O que você está fazendo para você mesmo, para o seu corpo? Olhe como você vive. Pare de fumar.


O que eles têm feito por você? Nossa herança natural é viver e morrer como imbecis. Este é o tempo da revolução.


- FIM

O Ministério da Saúde IGNORA: vacinar faz mal à saúde

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Na postagem de 3 de junho o Ministério da Saúde deixou dois comentários. Isso dá o que pensar.

1 - A blogosfera adquiriu um poder de informação que está incomodando.

2 - Eles estão usando o dinheiro dos nossos impostos para fazer uma campanha midiática contra o cidadão, além da própria campanha fracassada de vacinação.

Digo o seguinte:

O Ministério da Saúde IGNORA: vacinar faz mal à saúde.

Está na hora de abrir uma CPI contra o Ministro da Saúde ou de demandar um processo (ação civil pública) junto ao Ministério Público Federal contra eles.

Essas informações são interessantes sobre a ação do Ministério da Saúde:

Mercenários do Ministério da Saúde mentindo no Orkut

http://www.anovaordemmundial.com/2010/06/mercenarios-do-ministerios-da-saude.html

Ministério da Saúde utiliza 12 mercenários virtuais

http://www.anovaordemmundial.com/2010/05/ministerio-da-saude-utiliza-12.html

F.A.

A pandemia da gripe A nunca existiu

Pessoal,


vou reproduzir um comentário importante do Émerson e do blog A Nova Ordem Mundial sobre essa questão da vacina para que tenhamos uma idéia do nível de blindagem da mídia brasileira em torno desse assunto. Essa blindagem revela, em essência, a enorme ditadura da mídia corporativa sobre nós. Há jornalistas de verdade na mídia corporativa? Quem paga o porco (já não é mais o pato)? Nós. Segue o comentário.

Porque a imprensa brasileira continua a ignorar estes novos acontecimentos que põe por terra a credibilidade da OMS em declarar esta falsa pandemia?

Euronews: [VIDEO] Conselho da Europa: “A pandemia de gripe A nunca existiu”.



http://pt.euronews.net/2010/06/05/gripe-a-novas-acusaces-contra-oms

“A pandemia de gripe A nunca existiu”. Esta é a conclusão do relatório aprovado ontem pela assembleia parlamentar do Conselho da Europa, que acusa a Organização Mundial de Saúde (OMS) de ter “sobrestimado o vírus H1N1”.

A investigação, chefiada pelo deputado britânico Paul Flynn, denuncia o "desperdício de fundos públicos na compra de vacinas" e as "ligações entre os peritos da OMS e os laboratórios farmacêuticos".


BBC: Especialistas em gripe suína da OMS trabalhavam para a indústria farmacêuticas

http://news.bbc.co.uk/1/hi/health/10235558.stm

Tradução:

http://www.anovaordemmundial.com/2010/06/bbc-especialistas-em-gripe-suina-da-oms.html

Os principais cientistas por trás dos conselhos da OMS sobre estocar de medicamentos contra a gripe H1N1 tinham vínculos financeiros com empresas fabricantes de tais medicamentos, concluiu uma investigação.

O BMJ - Jornal Britânico de Medicina - diz que os cientistas tinham declarado abertamente esses interesses em outras publicações e ainda assim a OMS não fez qualquer menção sobre estas ligações.

A História Oculta da Raça Humana

domingo, 6 de junho de 2010

A quantidade de provas, de materiais, de evidências, de artefatos arqueológicos apresentados nessa palestra do Dr. Klaus Dona não deixa a menor margem para dúvidas sobre a existência de uma civilização tremendamente avançada a cerca de 10 mil a 12 mil anos atrás. Vale a pena vê-la, pois ela é um verdadeiro xeque-mate no paradigma evolucionista darwiniano. As legendas se encontram em espanhol.









Efeitos adversos da vacina H1N1 e adulteração das estatísticas

quinta-feira, 3 de junho de 2010

VACINAS: ESTATÍSTICAS SÃO TOTALMENTE ADULTERADAS


"E isso não é difícil comprovar, quem tem médicos nas relações ou na família pergunte a ele o que ele acha. Tenho dois na família, o marido da minha filha e o noivo da minha sobrinha e o conselho de ambos é não por todas as razões aí expostas".

por José Ortiz Camargo Neto,

jornalista científico

As estatísticas sobre danos causados por vacinas (ao menos no Brasil) simplesmente não existem, nem podem existir! Elas não são feitas, porque as reações adversas não estão previstas no CID – Código Internacional de Doenças. Em outras palavras, ninguém pode quantificar e qualificar ao certo as reações e danos iatrogênicos causados pelas campanhas de vacinação em massa no país; portanto, são absolutamente falsas todas as informações oficiais referentes a esse assunto.

Em visitas a hospitais, conversando com médicos da cidade de São Paulo, informaram que cada um está recebendo por dia, em média, a cada 6 horas de trabalho, cerca de 20 pacientes que se queixam de efeitos adversos causados pela vacina contra gripe suína. “Se ficássemos o dia todo atendendo, cada médico chegaria a atender 80, 100 pessoas diariamente”, declarou um desses profissionais.

Multiplicando- se esse número pelo total de médicos que atendem nos hospitais (municipais, estaduais, pelo SUS) pode-se ter uma ideia do quadro assustador de queixas de pessoas prejudicadas pela vacinação na cidade de S. Paulo e no próprio país.

As queixas mais comuns feitas aos clínicos gerais são dos seguintes sintomas por vezes persistentes:

1) Adultos: dores de cabeça intensas, dores musculares e articulares por todo o corpo, mal-estar geral, tosse seca persistente, falta de apetite, febre alta, indisposição geral, diarréia, cansaço e falta de ar, fraqueza muscular nas pernas. Os pacientes relatam que antes de tomarem a vacina H1N1 estavam bem de saúde. As queixas ocorrem dentro da primeira semana pós-vacinação, principalmente até o 2º ou 3º dia seguinte à inoculação da vacina. Outros sintomas relatados: coceira pelo corpo todo durante 24 horas, edemas, inchaço facial, labial e ocular, olhos irritados, edema ocular, manchas marrons na pele do antebraço do mesmo braço em que foi inoculada a vacina; muita dor nesse braço; alguns por causa disso não conseguem trabalhar. Há muitas pessoas que já estão há cerca de um mês com tosse seca persistente, iniciada logo após tomar a vacina. “Os exames de Raio X não acusam nada, mas a tosse não passa”, declarou um dos médicos.

2) Crianças: Os pediatras estão impressionados com o número muito maior de crianças que têm sido levadas aos hospitais (em comparação ao mesmo período de anos anteriores), com quadro gripal persistente, iniciado após a vacinação (dentro de trinta dias as crianças não melhoram, apesar das medicações, ficam indo e voltando ao Pronto Socorro); eles registraram casos e mais casos de crianças irritadas e com o corpo dolorido dentro da primeira semana pós-vacinação, com febres altíssimas e convulsões.

Ao mesmo tempo, há perda de apetite, recusa ao alimento, com consequente perda de peso. Houve grande aumento do número de casos de tosse, rouquidão, diarréia persistente, iniciados após a inoculação da vacina; bronquites, bronquiolites (que atingem crianças com idade entre 3 e 8 meses), rinites, faringites e laringites. Outras mães referiram ao pediatra que seus filhos (crianças entre 1 ano e 2 meses a 1 ano e 8 meses) perderam as forças nas perninhas e começaram a cair enquanto brincavam, “como se as perninhas desabassem”. (Não podemos esquecer que muitas vacinas atacam o sistema neurológico, podendo inclusive causar a Síndrome de Guillain- Barré – que causa paralisia, em casos mais graves, insuficiência respiratória e pode levar à morte – isso é reconhecido oficialmente, dentro da medicina). Algumas crianças, após ser vacinadas, apresentaram bolhas pelo corpo todo, dentro da primeira semana pós-vacinação; levadas ao dermatólogo este constatou que seriam reações à vacina.

Os pediatras notaram um número muito maior de casos de doenças nas primeiras semanas de abril (em comparação ao mesmo período de anos anteriores), coincidindo a data de vacinação de crianças entre 6 meses e dois anos com maior procura do P.S. por casos de gripe, rinites, bronquiolites, faringites, laringites e pneumonia. Os Pronto Socorros e hospitais ficaram abarrotados com grande número de internações dessas crianças.

Adultos e crianças que já estavam com um quadro gripal, desenvolveram pneumonia dentro de 8 dias após receberem a vacina contra gripe suína e tiveram de ser internados (hospitalizados) .

Apesar de todas essas centenas ou milhares de fatos diários, se alguém for procurar nas estatísticas oficiais quais danos as vacinas causam, não encontrará quase nada! Isso porque as estatísticas sobre prejuízos causados pelas vacinas simplesmente não existem! Elas não são feitas, porque as reações não estão previstas no CID – Código Internacional de Doenças. O CID é um número dado à doença para permitir a estatística computadorizada. Cada médico tem de preencher o nº do CID para cada paciente. As fichas recolhidas em cada hospital ou posto de saúde são enviadas para a Secretaria de Saúde do Estado, Ministério da Saúde e a própria OMS – Organização Mundial da Saúde., para fins de estatísticas estaduais, nacionais e mundiais. Como não existe um número do CID para doenças causadas pelas vacinas, os médicos são obrigados a preencher a ficha com outros códigos. Eles estão colocando os seguintes CIDs para essas reações vacinais: Faringite (J029), Gripe (J11), Tosse (R05), Amigdalite (J039), Diarréia (A09), Pneumonia (J18).

Conseqüência: Estatisticamente, o número dessas doenças vai falsamente aumentar no mundo; a Secretaria de Saúde do Estado, o Ministério da Saúde, a OMS vão achar que está havendo mais faringite, mais gripe, mais tosse, mais amigdalite, mais pneumonia – e vão querer vacinar mais gente ainda, para combater essas moléstias. Ao mesmo tempo, todos vão achar que as vacinas não fazem mal nenhum – só incluindo nas estatísticas os casos notórios, de pessoas que visivelmente morreram ou ficaram paralíticas, ou processaram o governo e os laboratórios.

“Eu escrevo: reação à vacina, mas isso não adianta nada, porque eles não se baseiam no diagnóstico para fins estatísticos, mas no código da doença”, disse um especialista.

Os médicos consultados acham que todos aqueles que estão tendo reações às vacinas deveriam se unir, procurar um advogado e abrir um processo pedindo indenização pelos prejuízos sofridos.

Obs.: As fontes de informação pediram para não ser identificadas, com receio de perder os empregos; no entanto, o próprio leitor pode verificar, nos meios médicos, a veracidade de suas afirmações; está aqui, aliás, uma excelente pauta para pesquisa por outros meios de divulgação.

http://www.stopmedicina.blogspot. com/

Alex Collier - Transformação da Terra -6ª e 7ª parte

terça-feira, 1 de junho de 2010