Revelações - 1ª parte

quarta-feira, 14 de setembro de 2011



Eu traduziria a 1ª parte deste interessante vídeo de origem canadense de forma bastante sintética através desta frase do Jung:

"Uma pessoa não se torna iluminada ao imaginar formas luminosas", afirmou, "mas sim ao tornar consciente a escuridão. Esse último procedimento, no entanto, é desagradável e, portanto, impopular."

O vídeo é bem interessante, coloca o Apocalipse como aquilo que é: uma revelação, que antes de tudo é pessoal e interna a partir de uma Fonte que é, antes de tudo, impessoal e cósmica; faz uma crítica inteligente ao dualismo separativista e ao messianismo personalizado de certas tradições espirituais, que colocam bem e mal em campos opostos e irreconciliáveis, onde um reforça o outro e faz apenas aumentar ainda mais o separativismo, a discórdia, o conflito. A quem interessa o fomento de uma ideologia que tem por base o conflito absoluto? Apenas àqueles que querem dividir a humanidade para continuar o seu reinado.

3 comentários:

Rosa Leonor disse...

http://youtu.be/4hKnUKUGYkg
um video muito interessante...
abraço rosa leonor

Fernando Augusto disse...

Oi, Rosa!

Fiz um comentário sobre este vídeo e o palestrante nesta postagem:

http://pistasdocaminho.blogspot.com/2011/09/vaca-na-sala-e-o-fim-do-mundo.html

Abraços,

F.A.

Tiago disse...

"O mundo moderno está dessacralizado; por isso está em crise. O homem moderno deve redescobrir uma fonte mais profunda de sua própria vida espiritual. Para tanto, é obrigado a lutar com o diabo, a enfrentar sua própria sombra, a integrar o diabo. Não há outra escolha." Retirado do livro "C. G. Jung: Entrevistas e Encontros"