A Sacerdotisa

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Há sempre um segredo a ser preservado, um mistério a ser mantido, uma sombra a ser cultivada, pois o mistério da luz também é o mistério da escuridão, pois sem a dualidade o jogo da própria existência não pode existir e quantas surpresas se escondem nele, quantas delícias, quantas ânsias, quantos prazeres secretos, êxtases da alma que unificou em si mesma o anjo e o demônio, através de uma silêncio fecundado secretamente por uma mágica palavra: amor! Tão comum e tão desconhecida.

F.A.

Nenhum comentário: