A essência do poder é o amor.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

A essência do poder é o amor. E há um Ser que expressa perfeitamente esta verdade.

Como já foi dito o poder do amor e o "amor" ao poder são inteiramente diferentes.

O poder só é poder se pode criar, e só o amor cria.

O poder que explora, violenta, mata e destrói não é poder. Desde o início da era atômica que o homem detém a condição de destruir o planeta inteiro milhares de vezes, então pergunto: se isto fosse realmente um poder de que serviria se a tudo destruiria?

O poder de criar, de gerar, de amar é poder.

Destruir é a afirmação da impotência de amar.

Só uma sociedade profundamente doente separa poder e amor, reverenciando o "amor" ao poder.

Não é curioso que vivamos sobre um planeta inseminado com milhares de bombas atômicas e ainda assim estejamos aqui, flutuando entre a graça e a desgraça?

Paradoxal é o viver, em meio a tanta riqueza e tanta miséria! É o Amor açambarcando a tudo e a todos, misterioso, incompreensível, misericordioso, implacável, verdadeiro poder.

O amor que emana deste Ser maravilhoso sobre o qual vivemos - Terra - é verdadeiro poder. Ela é o Poder Real, presente, efetivo, existente em cada respiração, alimento e impressão vital.

Ela e só Ela nos abraça infinitamente pelo espaço: Mãe, Terra.

Nenhum comentário: