Calendas

domingo, 30 de dezembro de 2012

Ananda é sanjaya.

Sanjaya é ananda.

Felicidade é auto-superação.

Auto-superação é felicidade.

É preciso um propósito, deste intento deriva tudo o mais.

Encontrar este propósito em si, apenas em si. Ninguém pode dar a você este propósito. Este presente está em si, redescobrindo o novo a cada momento. Não importa o calendário,  velho novo ano, é apenas uma ilusão, como as calendas gregas, pois as calendas romanas que agora se renovam são apenas o lembrete da matrix para que você pague os devidos tributos ao sórdido sistema que aí está, uma escravidão disfarçada de liberdade.

Então meu desejo é este, não importa a virada do ano fiscal, descubra o propósito em si que o pode levar para além desta matrix que aí está, perceba o presente, este eterno momento.

Ananda é sanjaya. Sanjaya é ananda.

Na presença aqui e agora, sem calendas, sem ilusões, apenas o presente em si.

F.A.

2 comentários:

Sibila disse...

Gratidão! Estejas sempre bem.

Aldo Luiz disse...

Caros amigos.
Bom ano para todos! Todas as bençãos!
Foi e é ótimo conviver com todas as diferenças, os infinitos espelhos e ângulos desta unidade que emana do centro criador de onde tudo vem e para onde tudo vai. Continuemos nosso treinamento de amor incondicional, este é o propósito de nossas existências, seja na beira mar ou no interior, todos buscam sempre mais amor.
Os dedos nas mágoas do mundo são para não perdermos de vista o necessário perdão aos que pensaram poder nos ferir. Perdão a nós mesmos, com nossos programas e memórias escravagistas, nossos verdadeiros únicos escravizadores carcereiros.

Que o ano traga-nos a luz que extingue esta escuridão que nos impede ver o quão vazio é este labirinto do nada em que nos deixamos aprisionar.

Que cada um nesta noite possa admirar as miríades de estrelas e refletir sobre a imensidão da oportunidade deste momento.

Feliz oportunidade nova a cada agora deste 2013, a todos; sem exceções.
Bendita seja a Internet. Longa e saudável vida a todos.
Vos amo e sou grato.