Oração de um guerreiro (a)

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Eu não quero cargos, nem posições, nem reconhecimento, nem gratidão; não desejo justiça, não pretendo ser visto pelos homens como alguém especial, meu único desejo é o domínio da mente, sem nenhuma esperança ou expectativa de alcançá-la. Não dependo de nada e nem de ninguém para realizar este domínio mental, antes toda a adversidade é minha benção e meu presente. Neste sentido este mundo é perfeito tal como é.

Um comentário:

Aliks disse...

Perfeita !!!
...

Um grande abraço