Mulher

terça-feira, 11 de junho de 2013

A mulher é a divina arte que nada imita mas explica a Divindade com símbolos. A mulher representa a mais elevada beleza de Deus. O amor a manifesta, o desejo mata-a. A mulher é o mais formoso pensamento do Absoluto que deve ser captado pela inteligência e não pelos olhos.

A mulher é a lei da Beleza e a lei deve ser obedecida, não infringida. A mulher é a religião da Natureza, cuja moral deve ser sentida e não murmurada. Deus é uma palavra misteriosa e a mulher seu significado.

Para conhecer a Deus é preciso conhecer-se a si mesmo. Para estudar sua Natureza é preciso estudar a mulher. O Absoluto só se manifesta através da Natureza. O homem só se manifesta através da mulher.

O homem precisa da mulher para sua liberdade. A mulher é o ponto de apoio sobre o qual o homem pode levantar o mundo. O homem em Deus é a Justiça; a mulher n'Ele é a misericórdia.

A mulher é a Árvore da Ciência do Bem e do Mal cujos frutos causam a morte ao libertino e vida aos parcimoniosos e prudentes. Ninguém se atreve a divulgar este segredo porque dele emana a morte.

Muitas vezes, porém, a ignorância é pior que a morte. Pode ser que o conhecimento conduza à loucura, na Sabedoria, produz o gênio. Existem cores e sons, o Amor é o segredo que os combina. Quem não sabe combiná-los é um morto-vivo e quem os combina ignorantemente estoura sua retorta.

Jorge Adoum (Mago Jefa)

4 comentários:

Aldo Luiz Fonseca disse...

"Para conhecer a Deus é preciso conhecer-se a si mesmo. Para estudar sua Natureza é preciso estudar a mulher. O Absoluto só se manifesta através da Natureza. O homem só se manifesta através da mulher.

Quem precisará mais do que isto?

Sinto muito, me perdoa, o amo, sou grato.

Fernando Augusto disse...

Não precisamos de tanto quando temos a Mulher, a Natureza, este livro vivo ao nosso dispor, é Deus mesmo falando diretamente conosco, querido Aldo.

Jean Carlos disse...

Interessantíssimo! =D

"A mulher é a Árvore da Ciência do Bem e do Mal cujos frutos causam a morte ao libertino e vida aos parcimoniosos e prudentes. Ninguém se atreve a divulgar este segredo porque dele emana a morte."

Só gostaria que esclarecesse...emana a morte? tipo, a morte da razão? ou simplesmente a loucura insana sem luz?
obrigado!

Fernando Augusto disse...

Jean, isto foi escrito numa época em que o segredo relativo ao grande arcano se divulgado gerava consequências funestas, hoje o segredo está escancarado mas ainda assim, nós, zumbis, não nos damos conta de seu valor para o nosso renascimento ou segundo nascimento. A metáfora do Jorge Adoum só faz sentido num outro tempo e para àqueles que foram iniciados no arcano a que ele se refere, o arcano azf, o arcano da magia sexual tal como divulgado ao mundo em 1950 por Samael Aun Weor.

Fiz a citação aqui por que não pude resistir a sua beleza.

Paz,

F.A.