O desejo mais profundo

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Toda a força do ser
está em unir o falar ao fazer

Toda a força do ser
está em agir conforme o saber

Saber é ser em ação
o poder da união
a Ioga do amor
a razão do Criador

O poder está em tudo
O poder está aqui
O poder está em mim
O poder está em ti

Saber é sentir isto
Isto é todo o saber
O livro da Criação
Na fonte do coração

Realizar neste mundo
o desejo mais profundo
De sentir o Todo
Em todas as partes

F.A.

Filosofando

O silêncio interior é uma transgressão a ordem estabelecida do pensamento.

Neste sentido o Xamanismo é uma anti-ideologia.

F.A.

A marca da besta

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Agora entendo que A MARCA DA BESTA refere-se aos imbecis que se deixam marcar, abestados, como diria aquele palhaço que tornou-se político, políticos que fazem toda uma população de bestas.
 
La Marca de la Bestia

ESTÁ ESCRITO: "El que tenga ojos que vea, el que tenga oidos que escuche!" Ya veremos a muchos como reses pal matadero haciendo la filita pa'ir a ponerse el micro-ship, porque como Obama dice que es bueno, y es beneficioso, y es tecnologico y sin el ship no te daran beneficios del plan de salud, y luego te cancelaran los cupones, y luego el Plan 8, y despues si no te has doblegado a ponerte la "marca de la bestia" no podras comprar comida..ya los veremos sometidos voluntariamente a para ser controlados como robots, ubicados por via satelital, con graves enfermedades y depresivos para el beneficio de las farmaceuticas en fin...corran ahora a ponerse "la marca de la bestia!".


Clareza beirando a profecia

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

A clareza de algumas mentes humanas beira a profecia e revela o caráter autoritário do Estado "Pós-Moderno":

Tédio

Escapa-se do tédio pela distração. A distração conduz ao esquecimento. Mas a própria distração torna-se tediosa. Sintoma que se está num caminho sem coração, destituído de paixão, alienado de si mesmo. Perdido você vaga pela ilusão, envolto em luzes artificiais, em busca de prazeres fugidios, confundindo amor, felicidade e paz com falsidade, consumo e conforto. Uma explosão de raiva ocorre dentro de você, um espasmo da alma, a tristeza instaura-se como um remédio quase desesperado para que você possa olhar para si mesmo. E ainda assim você foge de si...

As pessoas morrem por causa da paixão.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

As pessoas morrem por causa da paixão. Morrer de amor.

Isto pode ser entendido de tantos modos, pois a força da paixão é fonte para o bem e para o mal, é a árvore do conhecimento.

A paixão não é apenas fator desestrutarador do ego que conduz a deliciosas loucuras. É mais do que isto. É como disse Eliphas Levi: a vênus física é a morte travestida e mascarada de cortesã.

Se as pessoas fosse imortais não haveria a necessidade de paixão, pois o instinto sexual que conduz a reprodução da espécie deixaria de ter sentido. Perpetuar a espécie seria desnecessário.

Mas esta eternidade sem paixão não seria o inferno?

Ou o inferno é um nome para paixão frustrada?

A morte seria um preço justo pela paixão?

E quantas mortes a paixão frustrada provocou?

Viver eternamente ou abraçar à Vênus física?

Os filhos dos deuses não se enamoraram pelas mulheres da Terra? E isto não foi a queda dos anjos? O amor terreno é incompatível com o amor celeste? Quem pode conciliar em si o céu e a terra em tremenda alquimia?

Jesus morreu por causa da paixão, não só por Madalena, mas pela humanidade. Maria Madalena expressa a humanidade com todas as suas qualidades. Paixão sublime e paixão humana em cruz. Morte na cruz, símbolo da união entre o masculino e o feminino, entre o falo e o útero, a paixão crística, o caminho gnóstico.

Adão e Eva morreram por causa da sedução da serpente ao serem expulsos do paraíso por um deus que os impediu de provar da árvore da vida, geradora do fruto da eternidade. A partir daí eles geraram filhos e filhas e por isto que o primeiro livro chama-se gênese. Gênese da queda, da morte e da dor da separação. Gênese 3, três, a Imperatriz do Tarot, a geratriz.

A serpente é o símbolo clássico da libido, da força geradora, da energia criadora. Em sua forma de Ouroboros é o símbolo da eternidade. A serpente tentadora é também redentora, pois caímos por onde se pode subir. A paixão nos precipita e nos arrebata.

Aqui há mistério, há desafio, arcanos dentro de arcanos: Morte, Temperança e Diabo; 13, 14 e 15. 13 + 14 + 15 = 42 = 6. Os Amantes, os Enamorados, Adão e Eva diante da escolha entre o vício e a virtude, entre a serpente tentadora e a serpente redentora. Só a consciência unificadora da dualidade permite uma escolha precisa, equilibrada e vitoriosa, pois as duas serpentes são uma só força.

Quem poderá compreender isto?

"A lúxuria do Bode é a dádiva de Deus."

F.A.