A natureza do conhecimento ou a pílula vermelha - 3ª parte

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Ver para crer ou crer para ver?

Se vejo não preciso crer, não preciso crer no sol que vejo, eu o vejo.
Se creio para ver, então, minha visão é condicionada pela minha crença, na verdade não vejo, vejo apenas aquilo que quero crer e minha visão não é real, é moldada pela crença e é por isto que cada crente luta pela sua verdade, que é apenas a sua própria crença, mas não a Verdade.

Precisamos ir além da crença, da fé.

Nenhum comentário: