A pergunta nos conduz

domingo, 3 de maio de 2015

Eu não sou um "conspiranóico". Também não sou um pessimista. Sou como um garoto curioso, com mania de detetive, um questionador e me faço perguntas. As perguntas me conduzem, e não tenho respostas prontas, mas sinto desde quase sempre que há algo profundamente errado no nosso mundo, em nosso modo de vida. O que é espantoso, o que é incrível para mim é que as pessoas não se questionem e nem saiam em busca de respostas, mas se satisfaçam rapidamente com respostas prontas, fáceis e, normalmente, sem lógica, que não resistem a uma análise mais profunda, tal como a questão do porque bebemos uma água fluoretada, se o flúor, dentro da resposta oficial, é apenas para proteger os dentes. Talvez o flúor já tenha surtido o efeito pretendido pelo sistema e destruído por completo a capacidade de questionar de nós, pessoas, consumidores fluoretados.


4 comentários:

Plaz Mendes disse...

Bom dia para todos...Sempre li bastante coisas sobre o assunto do fluor, mas fico sempre com uma dúvida que compartilho aqui.

Qual seria um outro meio para não usarmos mais, por exemplo, pastas de dentes? Existem filtros para agua que servem para fluor?


Sois Gratos/

Oxosse disse...

https://www.youtube.com/watch?v=fsi--wzhFuM

Oxosse disse...

Pasta de dente natural ou dentifrício natural, use isto no google e vão aparecer algumas boas receitas, Plaz ;-)

Oxosse disse...

https://www.youtube.com/watch?v=kcOVqJo0dHI