No silêncio, Deus fala

domingo, 23 de agosto de 2015

Quando prometemos algo devemos cumprir.

Quando falamos algo devemos fazer.

Tanto nos pequenos atos quanto nas grandes coisas. No fundo é o mesmo para quem assim age pois trata-se de cultivar a si mesmo.

O poder (de ser) está no agir conforme a fala e o prometido, de outra forma nos tornamos fracos.

É uma pena que nossas palavras tenham se tornado vazias.

É apenas uma pena que nossos atos não tenham sido gestados a partir de nossa capacidade de agir em harmonia com a nossa fala.

Apenas neste sentido o verbo tem poder, apenas desta forma podemos, antes de tudo, honrar a nós mesmos: quando a fala se torna ato e quando o ato é eloquência.

Então, o verbo se torna criador.

Se não, é melhor guardar silêncio.

Pois no silêncio, Deus fala.

F.A.

Nenhum comentário: