Sobre a revolução

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Sobre a revolução em Encontros com o Nagual, de Armando Torres.

"A tragédia do homem atual não é sua condição social, senão a falta de vontade de mudar a si mesmo. É muito fácil planejar revoluções coletivas, mas, mudar genuinamente, acabar com a autocompaixão, eliminar o ego, abandonar nossos hábitos e caprichos... ah, isso sim é outra coisa! Os bruxos dizem que a verdadeira rebeldia e a única saída do ser humano como espécie, é fazer uma revolução contra sua própria estupidez. Como, compreenderão, trata-se de um trabalho solitário”.

"O objetivo dos bruxos é a revolução dos bruxos, o desdobramento irrestrito de nossas possibilidades perceptuais. Eu não conheci um revolucionário maior que DJ. Ele não propunha trocar as "tortillas" pelo pão, não! Ele foi fundo no assunto. Propôs o salto mortal do pensamento ao desconhecido, a liberação de todas as amarras. E demonstrou que é possível!”

Nenhum comentário: