O desafio do aqui e do agora

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Os(as) guerreiros(as) xamãs, buscam para si os melhores campos de treinamento, onde possam desenvolver suas habilidades a fim de desenvolverem um conjunto de estilos de ação que lhe sejam úteis quando estiverem em suas viagens pela Eternidade.

Os(as) xamãs descobriram que o melhor campo de batalha que pode existir é exatamente onde estamos, pois fomos colocados ali por forças alheias a nossa. Assim estaremos lutando com o que não temos controle. Situações que nós mesmos criamos são sempre de alguma forma, condescendentes.

Este é um dos papéis dos que podem ajudar outros na Trilha do Guerreiro(a), criar situações de treino às habilidades de quem começa a trilha, mas lembrando que só quem perdeu a forma humana pode mesmo ajudar alguém, do contrário será a velha história do querer impor ao outro o que julga certo para si.

Por isso, o melhor é, ao invés de ficar delirando com idéias tiradas de filmes de ficção e livros que lemos, pouco entendendo dos cernes abstratos e nos perdendo na "letra que mata", olhar em volta e perceber o fantástico campo de treino que a Eternidade deixou a nossa volta. As pessoas que aqui estão fazem parte deste momento e é hora de aprendermos com elas ao invés de ficarmos em crises, que são apenas projeções de crises que temos conosco mesmos. Este me parece o desafio, o resto é fuga.

Nuvem que passa.

Nenhum comentário: